Análise: Cartaxo cai e Cida Ramos sobe na comparação dos resultados da Datavox com os da pesquisa Ibope
12/09/2016 11:38 em Política

O prefeito de João Pessoa e candidato à reeleição, Luciano Cartaxo (PSD), caiu quatro pontos percentuais na corrida eleitoral na Capital da Paraíba, enquanto sua adversária, Cida Ramos (PSB), subiu 4,2% em comparação com os números divulgados pelo Ibope/TV Cabo Branco e os do PB Agora/Datavox, divulgados nesta segunda-feira (12).

O intervalo entre a divulgação das duas pesquisas é de menos de 20 dias.



Enquanto no dia 24 de agosto Cartaxo aparecia com 52% das intenções de voto, nesta nova pesquisa o prefeito pontua com 48%. Já a candidata do PSB, Cida Ramos, aparecia com 23% e agora já pontua com 27,2% das intenções de votos.

O candidato do PT, professor Charlinton e o do PSOL, Vitor Hugo, também apresentaram queda numa comparação entre os números divulgados pelos dois institutos. Charliton passou de 2% (Ibope) para 0,8% (Datavox). O candidato do PSOL que também pontuou com 2% no Ibope, agora, na Consulta Datavox, aparece com 0,5% das intenções de voto.

A pesquisa Ibope foi encomenda pela Televisão Cabo Branco e ouviu 602 eleitores entre os dias 20 e 23 de agosto. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) sob o protocolo PB-06426/2016.


Já a pesquisa Datavox foi encomendada pelo portal PB Agora, e registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número PB 08650/2016 no dia 06 de setembro. O portal é o primeiro no segmento internet a trazer os números da campanha eleitoral na cidade.

O Datavox ouviu mais de 831 pessoas em vários bairros da Capital no dia 09 de setembro deste ano.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima é de 3,4 pontos percentuais para mais ou para menos.




Fonte:PB Agora

COMENTÁRIOS