Mãe suspeita de planejar morte do filho de 11 anos junto com o amante vai a júri, na PB
18/12/2018 10:57 em Policial

Uma mulher e o suposto amante foram julgados, nesta segunda-feira (17) na Cidade de Esperança, interior da Paraíba. Eles são acusados de matar uma criança de 11 anos. Segundo a denúncia, a mãe e o amante teriam escondido a verdadeira história.

Um julgamento demorado, a juíza Adriana Lins ouviu primeiro uma testemunha, depois foram ouvidos os dois Réus suspeitos de envolvimento na morte do menino Lucas Pereira da Silva, de 11 anos. A mãe da criança, uma mulher  de 36 anos, e o suposto amante dela, de 32 anos.

Segundo a polícia, Lucas teria visto a mãe e o amante se beijando e ameaçou contar para o tio, com quem a mãe mantinha um relacionamento amoroso. Dias depois o menino foi encontrado morto com sinais de estrangulamento e de violência sexual no sítio Manguape, em São Sebastião de Lagoa de Roça. O crime foi no final de maio de 2013.

O corpo do menino foi encontrado pela polícia depois de uma denúncia. A mãe havia divulgado pelas redes sociais que o filho tinha desaparecido com um estranho depois de ter ido com ela vender uma moto na cidade de Esperança. Os dois suspeitos foram presos na noite em que a polícia encontrou o corpo do menino. Eles estão em presídios de Campina Grande.

No julgamento, a representante do Ministério Público relatou o caso ao júri e disse ainda que, segundo o processo, Dona Conceição teria pago mil reais ao amante para matar o próprio filho. Os dois Réus negaram qualquer participação na morte de Lucas inclusive contradizendo os depoimentos prestados a polícia.

Nenhum familiar dos acusados acompanhou o julgamento, que segue no Fórum de Esperança.

Fonte:Expresso PB

COMENTÁRIOS