Município do Rio entra em estágio de atenção devido às manifestações
28/04/2017 09:10 em Brasil

O município do Rio está em estágio de atenção nesta sexta-feira por conta das manifestações da "Greve Geral", contra a reforma trabalhista e previdenciária do governo. O diretor de Operações da CET, Joaquim Diniz, orientou que o carioca opte pelo sistema de barcas, metrô e trem nesta manhã.

— Conseguimos liberar a Linha Vermelha com apoio da Polícia Militar, um bloqueio importante. Não há interdição ou acidente sério na Avenida Brasil. Continuamos com interdições na Via Expressa e na Ponte Rio-Niterói. O bloqueio à Ponte é realmente preocupante — analisou o diretor.

Apesar da orientação, as Barcas e o BRT também sofrem efeitos da greve. Um cordão humano fecha o acesso às embarcações na Praça Arariboia. O Corredor Transoeste foi interrompido na estação do Mato Alto, por manifestação na Av Dom João VI, na Embrapa. Os motoristas são orientados a desviar por dentro da Ilha de Guaratiba.

Na visão do diretor, é fundamental que os sistemas de alta capacidade funcionem para atender à demanda em dia de retenções no trânsito da cidade.

— Percebemos que há bloqueio em vários pontos que dão acesso ao Centro. Desde ontem (quinta-feira) estamos mapeando os locais de possível manifestação e posicionamos equipes. Sempre que há greve, é importante que as equipes de trânsito cheguem ao trabalho para termos efetivo da guarda e da CET-Rio buscando desvios — explicou Diniz.

A Radial Oeste, na Zona Norte, que estava parcialmente bloqueada no sentido Centro, já não mostra manifestantes na pista pelas câmeras do Centro de Operações. Há retenção com protesto também nas proximidades do Aeroporto Santos Dumont.

Linha 2 do VLT interrompida

A circulação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) também foi afetada. De acordo com a concessionária que administra o VLT, a linha 2 do modal está com circulação interrompida. Há bloqueio nos trilhos na altura da Rua Sete de Setembro com a Avenida Rio Branco. Já a linha 1, segundo a concessionária, circula entre a Rodoviária e a Parada dos Museus.

Bloqueios no acesso ao centro

Na visão do diretor, é fundamental que os sistemas de alta capacidade funcionem para atender à demanda em dia de retenções no trânsito da cidade.



— Percebemos que há bloqueio em vários pontos que dão acesso ao Centro. Desde ontem estamos mapeando os locais de possível manifestação e posicionamos equipes. Sempre que há greve, é importante que as equipes de trânsito cheguem ao trabalho para termos efetivo da guarda e da CET-Rio buscando desvios — explicou Diniz.



A Radial Oeste, na Zona Norte, que estava parcilamente bloqueada no sentido Centro, já não mostra manifestantes na pista pelas câmeras do Centro de Operações. Há retenção com protesto também nas proximidades do Aeroporto Santos Dumont.

Ônibus do BRT são depredados

O consórcio BRT informou que 11 ônibus articulados foram depredados na madrugada, e os serviços do corredor Transcarioca chegaram a ficar suspensos por volta das 2h30, após atos de vandalismo contra coletivos que circulavam nessa via expressa. Às 5h20, os serviços começaram a voltar gradualmente. Já por volta das 5h40, houve interrupção parcial do corredor Transoeste, porque manifestantes atearam fogo em pneus na pista, na altura da estação Embrapa, em Guaratiba. No momento, os intervalos no Transoeste estão irregulares



Fonte: Extra Online

COMENTÁRIOS